Assinatura RSS

Arquivo da tag: brasilbows

Teste de Velocidade do Palo-Santo (Brasilbows)

Publicado em

Hoje o Fernando Gonçalves, da Brasilbows, entrou em contato pra me mostrar um vídeo impressionante, que é o teste de velocidade do seu arco Palo-Santo, medido usando um cronógrafo.

O Palo-Santo é um short recurvo de alta performance, com velocidades que chegam a ser comparáveis com arcos compostos. Ele é considerado o arco mais rápido do Brasil e um dos mais rápidos do mundo, o que é muito impressionante.

Por ser um arco curto (54 polegadas), ele é excelente para caça, mas também não deixa de ser uma ótima opção para lazer e esporte.

O arco testado possui 52 libras, e alcançou velocidades de até 210 fps (pés por segundo, ou 230 km/h).

O arco é feito pelo artesão e bowyer Fernando Gonçalves (que apresenta o vídeo), da Brasilbows. O contato dele é brasilbows@yahoo.com.br.

Para conhecer outros arcos ou ver mais fotos do Palo-Santo, recomendo este meu post:
https://arqueirismo.com/2012/07/27/arcos-da-brasilbows/

Arcos da Brasilbows!

Publicado em

Neste post irei mostrar algumas fotos e vídeos de arcos da Brasilbows, feitos pelo bowyer Fernando Gonçalves, de Campo Grande – MS. Eu particularmente posso falor dos arcos dele com propriedade – o meu arco foi feito por ele, um arco tradicional recurvo, modelo Shtah de 40 libras e 64 polegadas de comprimento.

Apesar de eu possuir um arco da Brasilbows, este não é de modo algum um post patrocinado – as opiniões que possuo dos arcos são devidos somente à real qualidade dos mesmos, e minha intenção é mostrar pra mais pessoas que temos opções no Brasil de arcos de excelente qualidade.

Sempre que posso recomendo pra qualquer um que queira um arco rápido, suave, bonito e com qualidade. Cada arco tradicional artesanal possui algo que o diferencia dos outros. São verdadeiras obras de arte.

Como imagens valem mais que mil palavras, fiquem com algumas fotos dos arcos, e no final, um vídeo que exibe o trabalho do Fernando.

Cliquem nas fotos para aumentar o tamanho!

Leia o resto deste post